Logística no comércio eletrônico

Vendas pela internet exigem cuidados específicos em relação às entregas e ao relacionamento com o cliente

O consumidor que realiza suas compras pela internet tem um nível de expectativa diferenciado e dispõe de uma gama de informações adicionais. O processo de logística é o mais importante nas operações on-line, e exige do empreendedor investimentos em sistemas tecnológicos que assegurem segurança e perfeita integração entre todos os envolvidos.

Antes de partir para a criação do comércio eletrônico, é necessário ter uma estrutura empresarial e um planejamento logístico similar ao do comércio tradicional. A logística tem a mesma definição para qualquer tipo de negócio: é o processo de planejar, executar e controlar eficientemente o transporte, a movimentação e o armazenamento de produtos dentro e fora das empresas, garantindo a integridade e os prazos de entrega dos produtos aos usuários e clientes. 

Manter um site na Internet sem se preocupar com estrutura de logística significa não esperar retorno algum, e talvez ter prejuízos enormes. O processo de atendimento dos pedidos e entrega dos produtos (a logística de distribuição) é um dos principais problemas do comércio eletrônico. 

Peculiaridades do varejo virtual 

Apesar de logística ser um conceito universal, a logística do varejo virtual possui características únicas, que exigem um esforço de aprendizagem para todos os envolvidos neste tipo de atividade: fornecedores, transportadoras, operadores logísticos e empresas de varejo virtual. 

- A loja funciona 24 horas por dia, sete dias da semana. 

- A loja oferece um rico conjunto de informações, que envolvem a localização e identificação do produto, comentários de outros consumidores, informações sobre preço e frete, e tempo de entrega. 

- O custo operacional é baixo. Não há custos existentes em uma loja “real”, tais como aluguel. 

- O ciclo de tempo para a entrega de produtos e serviços é menor. 

- Os custos de comunicação são menores e há a eliminação de intermediários do canal de distribuição.

- O tempo de exposição da marca é aumentado. 

Etapas da venda de um produto em uma loja virtual 

1 – Preparação do pedido: nessa fase, o comprador precisa localizar e identificar a mercadoria, obter as informações necessárias para tomar a decisão de compra, autorizar a transação financeira e transmitir o seu pedido para o site

2 – Processamento do pedido: a partir da transmissão do pedido, cabe ao site processar e repassar as informações do pedido para as várias entidades envolvidas no processo, como os bancos e as administradoras de cartão de crédito, os centros de distribuição e as transportadoras.�
Esse procedimento pode ser completamente automatizado, o que reduz distorções nas informações (como troca do nome de cidades e endereços, troca de produtos etc.).  

3 – Atendimento do pedido: implica na confirmação da transação financeira, separação da mercadoria – ou sua encomenda junto ao fornecedor – embalagem, emissão da documentação fiscal e entrega ao transportador. 

4 – Entrega: corresponde ao envio da mercadoria ao destinatário. Pode ser oferecida ao comprador a possibilidade de rastreamento das mercadorias após a entrega delas ao transportador.

Share Button
0